Abaddon The Despoiler

Com as Traitor Legions finalmente lançadas e regras para Chaos Space Marines que realmente importam colocando nossos antagonistas favoritos em alta rotação nas mesas de jogo mais uma vez, é minimamente justo que meu Army tenha seu próprio Abaddon. Verdade seja dita, eu já tive um modelo do Chaos Boss na minha primeira coleção pelos idos de 2009, mas sempre me incomodei com um detalhe.

O modelo oficial é muito, muito feio.

Essa atrocidade que mais parece o Zordon de armadura e uma luva de baseball é pra ser o Chaos Space Marine mais poderoso da Galáxia e bom… o modelo não passa de um anão raivoso anêmico com uma mãozona.

Ok, ainda não é mais feio que ISSO:

Mas Ok – é justo também dizermos que o modelo é DATADO, afinal eles não relançam um novo em o que? Décadas? Mas não deixa de ser um verdadeiro CRIME considerando que estamos falando do nemesis principal do fluff, o Arch Fiend!

E portanto, é hora de fazer o meu.

A idéia da conversão NÃO é minha, e é até usual encontrar esse exato projeto procurando pelo Google (me baseei nesse aqui), mas não tem porque reiventarmos a roda em coisa que funciona – Afinal, estamos falando de um Chaos Lord com uma Lightning Claw e uma espada. Não existem muitos mais bits em plástico (estamos a um ano sem projetos de metal e isso é maravilhoso!) disponíveis pra se usar que não sejam deste modelo:

Então bastou trocarmos a cabeça e usarmos o Claw, o rabo de cavalo e a espada do próprio modelo original pra termos uma boa base de trabalho.

Com o primer preto seco, fui pro Basecoat e talvez diferente do que você pode estar imaginando, não segui pro Preto fosco, e sim pro Warplock Bronze:

A razão disso foi justamente não apagar o modelo e deixá-lo completamente sem shade nenhum. Preto é simplesmente FORTE demais e uma armadura ainda tem algum brilho natural por mais que ela tenha passado dez mil anos num lago interdimensional de fogo e sofrimento.

O próximo passo foi então fazer um Drybrush de Leadbelcher, seguido de um wash fraco de Nuln Oil, deixando tudo com aspecto de preto mas com algum brilho bem sutil. Um metal bem escuro se você preferir achar assim:

Feito esse passo inicial, parti pros detalhes da armadura primeiramente com Balthasar Gold e muita paciência pra não borrar nada.

Em seguida com um Wash de Reikland Fleshshade nos dourados – Vermelho o suficiente pra sombrear o metal, claro o suficiente pra não dar o aspecto de sujo do Agrax Earthshade, e finalizei re pintando as partes mais limpas e altas com Gehenna’s Gold:

Ainda nas partes doutradas da armadura, ao longo da pintura fui reforçando as arestas e regiões mais aparentes com retoques de P3 Brass Balls.

O próximo passo foi terminar o Basecoat de todo o resto:

Sem mistério nenhum aqui: P3 Sanguinus Base na capa e rabo de cavalo, Zandri Dust nos ossos da armadura, Vallejo Elf Skintone no rosto, e P3 Morrow White na lâmina. Ainda apliquei Leadbelcher nos metais das costas e Stormwall Grey na base.

Para um efeito futuro, ainda pintei as gemas dos ombros e do joelho com P3 Quicksilver, que era o metal m ais brilhante que eu tinha.

Nesse ponto eu estava pintando de madrigada, e provavelmente com sono derrubei o modelo e o Claw se soltou. Isso se provaria ser um acidente muito feliz, então relevei e aproveitei pra pintar desmontado pra pegar mais detalhes.

Com todas as cores base em seus devidos lugares, dei continuidade trabalhando no sombreamento de todas essas partes. A minha primeira parada foi na espada, onde eu peguei dois pinceis e apliquei a tinta molhada sobre tinta molhada de duas Cores Diferentes – Nikilah Oxide

E P3 Frostbite, criando esse efeito aqui:

Em seguida, eu desenhei a mão livre alguns padrões na lâmina:

E completei a espada e as gemas com a nova tinta Gemstone verde:

Que deu um efeito muito legal:

Segui a mesma lógica na Claw:

E com ela em específico, aproveitei que descolou pra fazer uma graça com o modelo:

Iniciei com uma bolinha de Greenstuff e apertei contra a palma da Claw:

E puxei a massa com palito de dente, modelando chamas:

Enquanto esse Greenstuff secava, engoli em seco e parti pro Rosto com um Wash de Reikland Fleshshade, o que fez uma demarcação BEM lehgal nesse rosto.

A capa levou um wash pesado de Agrax Earthdshade e foi completada com P3 Sanguine Highlight seguida de um Glaze de Bloodletter pra escandalizar mais a cor, e variar um pouco da do cabelo.

Finalizei o modelo fazendo mais alguns Highlights de P3 Quicksilver em arestas e highlights no rosto com Pale Flesh da Vallejo em áreas bem pequenas, sempre corrigindo com o Wash de Reikland Fleshshade no caso de algum erro.

Transformando então o infortúnio do acidente que me fez Transformar o Abaddon realmente em Abigail the Armless, pintei o fogo que eu modelei de branco:

E construí – aos poucos e com bastante paciencia – um wet blend de Nikilah Oxide:

Com Glazes de Guilliman Blue – sempre reforçando a parte central e mais interna do fogo com branco novamente:

E pequenos washes de P3 Turquoise Ink quanto mais pra fora as chamas eram:

Finalizei com um pequeno Drybrush de P3 Exile Blue apenas no topo das chamas, ficando então com o aspecto finalizado:

Bastando afinal apenas colar novamente o braço e inaugurar um dos Hqs mais legais que eu já fiz!

  

Pintar o Supremo Lorde do Caos foi um prazer. Uma conversão que começou certa, evoluiu bem rápido e mesmo com um pequeno acidente no meio do caminho, acabou me dando idéias pra fazer mais coisas legais e deixar tudo ainda mais customizado. Um dos HQs que eu mais gostei de fazer até hoje.

Acho que AGORA dá pra terminar os Reviews, hehehe.

 

 

« »

© 2017 . Theme by Anders Norén.